Elaborei estas 08 dicas para ajudar filhos com dificuldades de aprendizagem, que podem parecer simples, porém são eficientes, para que a família possa participar e auxiliar filhos com dificuldades escolares, pois, diante deste cenário de Pandemia mundial, pelo qual passamos, em que houve a determinação do distanciamento social, nos deparamos com uma nova realidade ensino, o Ensino Remoto.

Isto despertou muita inquietação, ansiedade e preocupação nas famílias. Essa proximidade maior imposta, fez com que muitos familiares descobrissem que seus filhos passavam por dificuldades de aprendizagem, não compreendendo os conteúdos escolares.

Você verá neste artigo:

filhos com dificuldades de aprendizagem

O que pode causar dificuldades de aprendizagem?

Mas, antes de mais nada, quero salientar que uma dificuldade de aprendizagem poder ser ocasionada por inúmeros fatores. Destaco alguns deles: aspectos biológicos, socioculturais, afetivos, psicológicos, emocionais, ambientais, entre outros. Por exemplo: uma criança que não se alimenta bem, ou, sofre abusos psicológicos e emocionais, pode ter sua aprendizagem comprometida.
Observe a definição abaixo:

“As dificuldades de aprendizagem podem ser entendidas como obstáculos, ou barreiras, encontrados por alunos durante o período de escolarização em relação à assimilação dos conteúdos propostos. Eles podem ser duradouros ou passageiros e mais ou menos intensos e levam alunos ao abandono da escola, à reprovação, ao baixo rendimento, ao atraso no tempo de aprendizagem ou mesmo à necessidade de ajuda especializada.”

Tabile e Jacomento – RevistaPsicopedagogia vol.34 no.103 São Paulo 2017

Essa ajuda especializada pode ser através de Projetos de Apoio Pedagógico, atendimento
Psicopedagógico, Psicológico, entre outros. E nesse contexto é muito importante a ajuda da família.

ensino remoto

Portanto, essas dicas e orientações visam auxiliar tanto as famílias que querem ajudar filhos com dificuldades de aprendizagem, quanto as demais famílias que buscam este tipo de ajuda. Sabemos que não é fácil, mas temos que pensar neles, e em como facilitar esse aprendizado.

Como elaborei estas dicas para estudantes com dificuldades de aprendizagem?

Estas dicas são “fruto” de inúmeros relatos de meus estudantes do Projeto de Apoio Pedagógico e da minha experiência com estratégias que deram certo. São dicas um pouco diferentes das que sempre ouvimos ou lemos sobre, elas fogem um pouco desse padrão, pois visam mais aqueles estudantes que apresentam dificuldades de aprendizagem.

Também quero salientar que, muitas vezes o que parece óbvio para nós, representa novidade e reflexão para outros.
Dessa forma, o que parece uma simples dica, pode auxiliar muito, tanto no relacionamento familiar como no aprendizado de nossos filhos. Espero que gostem!

Ao final, peço que não deixem de comentar e dar suas opiniões.😉

Então vamos lá 👇

8 dicas para ajudar filhos com dificuldades de aprendizagem

1 – Ouça-os

Valorize suas respostas orais, suas falas, não apenas a escrita, pois elas também comprovam o que eles entenderam.

2 – Aproxime-se

Ao notar que estão com dificuldades, os auxiliem, pois, isto é o mais importante neste momento. Então, se necessitar leia os textos, as perguntas, deixe que respondam oralmente e depois escreva. Participe com eles!

3 – Pense além

Olhe para o “erro” como uma tentativa, eles estão tentando, se esforçando. Um professor de história certa vez comentou comigo que muitos estudantes têm medo de fazer suposições, o que é muito importante para sua disciplina, mas o medo de receber críticas por errar os impedem de participar. Infelizmente, é isso que muitas vezes temos feito, criticamos tanto os “erros” que estes estudantes passam a não responder e adquirem um complexo de inferioridade perante os outros, e isto nos leva ao próximo item.

Leia também: Dificuldades escolares: Um pequena reflexão.

4 – Seja maleável

Não é necessário exigir que “decorem” a tabuada, mais importante que isso é que compreendam o processo (2×3= 3 + 3). Conheci estudantes que decoraram a tabuada, mas que não entendiam como era o procedimento para chegar a esses resultados, não compreendiam o raciocínio matemático envolvido nessas operações. Há muitos jogos na internet, ou mesmo para adquirirmos, que tornam este processo de compreensão bem mais fáceis. Em minhas aulas costumava usar muitos jogos de tabuleiro (banco imobiliário, jogo da vida, etc), portanto, se tiver algum aí em sua casa, empoeirado, faça uso!

5 – Abandone preconceitos

Não supervalorize a escrita cursiva (letra de mão). Quando alfabetizamos utilizamos a letra de “forma maiúscula”, pois necessitamos de uma forma estável única para facilitar a alfabetização. Mas, nos anos seguintes, muitos estudantes continuam a fazer o uso da letra de forma, e isto não é sinal de que ele “sabe menos” ou de que está com dificuldades. E, inclusive eles mesmos, incorporaram esta ideia, e julgam que quem utiliza “letra de mão” está em um estágio mais avançado. Mas olhe só! Tenho muitos amigos professores que fazem uso da letra de forma até hoje, assim, não é demérito nenhum seu uso!

6 – Utilize os recursos

Permita o uso de apoio na realização de atividades dos estudantes. Exemplo: Tabuada, palitos de fósforo ou grãos de feijão (para contagem), ou até mesmo o uso das mãos. Pois, alguns ainda necessitam desses recursos e seu uso não irá comprometer o seu aprendizado. No entanto, no tempo certo eles não necessitarão mais deles.

7 – Observe sempre

Se perceber que o estudante encontra muita dificuldade para a realização das atividades escolares, converse com a Coordenação e as Professoras e/ou Professores da escola, pois, ele necessita de uma atenção diferenciada.

8 – Sempre Acredite

Parece clichê, mas não é. Acredite neles! Algumas dificuldades são superadas rapidamente, outras persistem um pouco mais, algumas carregamos muito tempo, mas será que nós adultos não temos dificuldades com mais nada hoje em dia?

criança vencendo as dificuldades

Reflita sobre isso!

Um forte abraço! Peço que deixem seus comentários, eles serão muito bem-vindos!😉

Você sabia que o grande poeta Sérgio Vaz já passou por dificuldades escolares? Se não sabia, leia este post clicando aqui.👈

Junte-se a nós!

Não fazemos spam! Leia mais em nossa política de privacidade

Sobre o Autor

Prof. Elias
Prof. Elias

Formado em Letras/Português e suas Literaturas pelo Instituto Federal do Triângulo Mineiro e em Pedagogia pela Universidade Camilo Castelo Branco. NeuroPsicopedagogo, Autor de livro e Professor de Projeto de Apoio Pedagógico há 12 anos.

    0 Comentários

    Não deixe de comentar. Sua opinião é importante!

    Solicitar exportação de dados

    Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

    Solicitar a remoção de dados

    Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

    Solicitar retificação de dados

    Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

    Solicitar cancelamento de inscrição

    Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.

    O que é Microconto?